Anitta revela que está com Cistite de Lua de Mel. Saiba quais são os sintomas, como se pega e a gravidade da doença

By | 25 de novembro de 2021

Em entrevista com a apresentadora Sabrina Sato, a cantora Anitta revelou que havia contraído a “doença da lua de mel”, também conhecida como “cistite da lua de mel”. A cantora disse que a doença dificultava o seu caminhar no dia seguinte à relação onde contraiu a infecção.

A revelação de Anitta repercutiu, e os internautas passaram a questionar o que seria essa doença. O que nem todo mundo sabe é que essa condição é bastante comum entre as mulheres.

Na entrevista, Anitta disse:

“A cistite da lua de mel é um péssimo problema que eu tenho. Eu não posso ter relações com um homem muito avantajado que no dia seguinte não consigo caminhar. É um horror!! E não tem nada a ver com bactéria, não, gente. É porque já ‘socou’ muito lá e daí fica inflamado, entenderam?”.

O que é cistite da lua de mel?

É o nome popular da cistite pós-coito, uma inflamação que ataca a uretra e a bexiga depois de uma relação sexual.

Como ocorre?

Apesar da afirmação da cantora que o problema tinha sido o tamanho do órgão sexual do parceiros, especialistas afirmam que, na verdade, a inflamação tem a ver com a posição da uretra da mulher, que favorece a entrada de bactérias por estar muito próxima do canal vaginal e do ânus. Ou seja, está relacionada com o transporte de bactérias do canal vaginal e/ou intestinal para a uretra durante o coito.

Em entrevista ao G1, a ginecologista Mariana Viza explicou que o impulso do órgão sexual masculino pode irritar a parede posterior da bexiga e favorecer a multiplicação de bactérias, causando infecção. “Pode ocorrer uma laceração da vagina, mas isso não tem a ver com o tamanho do órgão, mas por causa da intensidade da relação (o atrito)”.

Segundo a ginecologista, “muitos micro-organismo vivem e desempenham funções importantes dentro do corpo humano. Mas é preciso respeitar a flora de cada uma dessas bactérias, ou seja, pode haver infecções e inflamações se houver transporte de bactérias de uma região para outra”.

A especialista destaca ainda que relações sexuais podem não ser as únicas causadoras da cistite. Segundo ela, “algumas mulheres tem a bactéria E.coli na flora vaginal, que pode se multiplicar também pela baixa imunidade, ansiedade ou stress”.

Sintomas e tratamentos

Os sintomas da cistite da lua de mel, que podem se manifestar em conjunto ou em separado, incluem:

  • Vontade de urinar constante (e quando vai ao banheiro, quase não há urina)
  • Dor ou ardor ao urinar
  • Urina escura, com cheiro estranho, ou com sangue
  • Sensação de desconforto, dor ou pressão no baixo ventre
  • Febre, fraqueza, irritabilidade ou mal estar

Prevenção

Algumas medidas podem ser tomadas para prevenir a cistite da lua de mel

  • Urinar antes e depois da relação
  • Evitar o uso de talco ou sabonete perfumado na região íntima
  • Realizar sempre a higiene íntima de frente para trás, evitando a translocação de bactérias
  • Não passar da penetração anal direto para a vaginal

Essa matéria foi útil para você? Não deixe de partilhar com suas amigas!