Lembra da Paty do seriado “Chaves”? Veja como ela está hoje em dia depois de 40 anos!

By | 1 de dezembro de 2018

O seriado Chaves’, que durante muito tempo foi apresentado pelo SBT, gerando milhões de fãs brasileiros, é sem dúvida o programa de televisão de língua espanhola mais amado do mundo e os seus personagens penetraram profundamente nos corações de todos. Porém, há um deles que se tornou o favorito especialmente do público masculino.

E é impossível esquecer o olhar de Chaves quando ele viu o que era então o amor de sua vida: ‘Patty’, a garota fofa que viveu durante alguns episódios no bairro.

“Patty” viveu com sua tia Gloria e acabou se tornando um dos personagens secundários mais lembrados do programa criado por Chespirito, de Roberto Gómez Bolaños. Mas quem foi essa atriz realmente?

 

O nome dela é Ana Lilian de La Macorra, hoje com 60 anos, desempenhou este papel entre 1978 e 1979. No início, ela iria aparecer em três episódios em que o protagonista da série e ‘ Kiko disputariam o seu amor.

Foi assim que o papel esporádico que Ana Lilian de La Macorra iria desempenhar se tornou um personagem regular, aparecendo até mesmo na pequena escola de ‘Professor Girafales’. Mas há um fato interessante: ela nunca quis ser atriz.

Aos 21 anos, Ana Lilian de La Macorra trabalhava como assistente de produção do Chespirito , de Roberto Gómez Bolaños, e encarregou-se de testar as atrizes que queriam entrar no programa.

No entanto, o protagonista de Chaves não gostou de nenhum dos candidatos para o papel de ‘Patty’, então ele acabou escolhendo ela. Durante 25 episódios, Ana Lilian de La Macorra conquistou os corações de todo o público.

E depois disso, ‘Patty’ disse ao Chespirito de Roberto Gómez Bolaños ‘ que ela não queria mais participar da série porque começou a se sentir absorvida pela fama e sempre gostou de passar despercebida.

Hoje, aos 60 anos, Ana Lilian de La Macorra está longe do mundo da atuação e dedica sua vida ao estudos (estudou psicologia e especializou-se em psicoterapia), gerenciando seu portal na web Serluna e escrevendo.