Marília Mendonça é acusada de crime grave e carreira está em risco

By | 15 de janeiro de 2018

A grande rainha da sofrência, Marília Mendonça, teve parte dos seus bens bloqueados pela justiça. Tudo isso aconteceu por conta de shows não realizados nos meses de fevereiro e março de 2017 na cidade de Araguari, localizada em Minas Gerais.

Foi indisponibilizado o valor de 100 mil reais em bens materiais da cantora, de Juliana de Lima Melo Alves (contratante) e da produtora Workshow. Uma audiência de conciliação envolvendo o caso acontecerá no próximo dia 17 de janeiro.

O valor, que será utilizado para a indenização dos ingressos vendidos, foi dividido entre os três réus (33 mil para cada).

A produtora e assessoria da cantora afirmam que a cobrança é completamente imprópria, já que os shows foram cancelados pelo mau tempo, e que é a contratante que deveria quitar essa dívida.

“A devolução dos valores referentes aos ingressos vendidos cabe somente ao contratante do show, até porque, os valores arrecadados na bilheteria não foram repassados. A cantora nem recebeu o cachê, por não tem acontecido as apresentações contratadas”, afirma a WorkShow.